Vinicius Matos

março 20, 2009

Sofia

Sofia: Grego, significa sabedoria. Apesar de ser um pouco dispersiva, consegue resolver adequadamente seus problemas. Seu sucesso profissional irá depender de muito esforço. Convém ter sempre uma tarefa para manter-se ocupada.

E foi isso que ela fez. Se manteve ocupada durante todo o tempo. Ocupou também o papai, a mamãe e os 4 avós que babaram do início ao fim!

img_3624

Anúncios

fevereiro 14, 2009

E vida vai…

Hoje tudo se encaixou. Conheci pessoas que me fizeram bem. Quando se está feliz tudo se torna mais fácil. Há seis meses atrás ainda não tinha fotografado nenhuma gestante, nem mesmo a Ana minha mulher pois a Júlia decidiu adiantar sua chegada e nasceu quase dois meses antes.

As coisas têm acontecido tão rápido, me sinto as vezes pressionado. Esse é o ônus da história que faz com que a responsabilidade só aumente. Hoje fotografei em condições bem precárias, sem assistente, sem lentes, sem sol, sem rebatedor. Sensação de impotência. Depois me lembrei que tem fotógrafo que não tem nem lente ba, nem sol, só tem xereta e não reclama. Hora de botar a viola na sacola e bater palma para esses caras. Eles fotografam com amor. Essas condições de hoje me fizeram valorizar ainda mais a nossa principal matéria prima, o sentimento. Sem ele nosso trabalho só se pauta na estética. Ela para mim é vazia por si só. Há de ter algo que lhe lastreie.

Depois da sessão almocei com meu  amigo e mestre Walter Firmo, 0 fotógrafo do povo. Ele me presenteou com seu último livro autografado. Além disso eu praticamente  fechei em maio um workshop em Floripa e fiz dois amigos que tenho certeza que ficarão para sempre. Roberta e Eduardo. Exemplares em extinção devido a educação e a energia positiva que emanam. Mais uma vez: valeu fotografia, valeu!

fevereiro 7, 2009

1..2…3….teste…som!

Hoje foi dia de teste de novas luzes em casa. Modelo? Sempre ela, Juju e suas caras e bocas. Em breve vou introduzir essa nova luz em meus making e provavelmente devo apresentá-la também na Wedding Brasil. O melhor de tudo é que ela me custou somente 40 ronaldos, isso mesmo. Há duas semanas tenho ido ao Shopping Oiapoque (correspondente a a galeria Pajé) aqui em BH e parece que encontrei algo muito interessante.

Aguarde novidades!

fevereiro 3, 2009

Família…família…

Quem acompanha a série A CURA já sabe que uma das minhas metas atuais é o resgate da minha própria família. Estarei a cada dia mais próximo dela e isso já têm refletido direto no meu conceito de fotografia de casamento e família. A medida que me aproximo deles mais facilidade sinto para captar os laços existentes entre as pessoas. Não basta técnica. Para retratar pessoas é necessário abrir o canal intuitivo. Acho que fotografia de gente é isso né? Sentimento…sentimento…sentimento…..

Hoje fiz uma sessão de fotos  de uma nova família: Flávia, Reginaldo e a pequena Luísa que ainda não conseguimos ver….só sentir.

janeiro 22, 2009

Photographers all over the world: Carrie Sandoval

Se é que existe uma palacra que descreva o trabalho desta californiana residente em San Diego: ANGELICAL! Para quem gosta de fotografia infantil como eu, sobretudo a fotografia de recém-nascidos, enche os olhos o trabalho desta americana. É realmente inspirador. Conheçam Carrie Sandoval

Website

janeiro 16, 2009

Alissa, alegria!

Filed under: Trabalhos Fotográficos — Vinicius Matos @ 10:56 pm
Tags:

Essa história eu quero contar para todos os meus amigos, leitores do meu BLOG e pessoas que amo. Por que? Não dá para explicar, leiam todo o texto, do início ao fim. A sessão de fotos com a Alissa é para mostrar que o final é feliz. Eu adoro finais felizes.

Aviso: ela é muito emocionante e eu choro toda vez que leio. Uma lição de vida que vale a pena!

“Nossa história teve início em julho de 1982, com um amor tão intenso que em seis meses, namoramos, noivamos e casamos.
Fomos abençoados com 3 lindos filhos: Marcelo,1984/Ricardo,1986/Larissa,1988.

Tudo caminhava perfeitamente, nossos filhos cresciam … à medida do possível íamos ensinando os valores em que acreditamos para que se tornassem adultos dignos, quando fomos surpreendidos com a primeira grande perda de nossas vidas.
Nosso primogênito, brincando de beisebol no quintal, fora buscar uma bola numa cobertura baixa de zinco, tendo contato com uma instalação elétrica ressecada e parte deste mundo feito um passarinho…Marcelo, aos 8 anos e meio, parte para uma vida de muito maior liberdade, nos deixando uma saudade imensa…

Isso ocorrera em 1992; Ricardo estava com 6 anos e Larissa com 4 anos.
Tínhamos uma grande batalha pela frente, pois a dor da perda me consumia a cada dia e a responsabilidade de criar os outros dois filhos era uma realidade. Foram anos de superação, pois o desânimo e a tristeza por muitas vezes pareciam mais forte do que eu.

Devido à mudança da área profissional do Osvaldo, nos mudamos de cidade em 1996. Os novos ares nos trouxeram esperança para reconstruir ali, uma nova fase em nossas vidas, com lindas lembranças na memória, mas com perspectivas diferentes de vida.

Apesar da saudade, sentia-me mais forte, com as crianças já na sua adolescência, lindos, mostrando cada qual a sua personalidade, tentando definir e direcionar os caminhos a serem seguidos.
Acreditava que nada pior poderia nos acontecer, principalmente com meus filhos, quando as circunstâncias da vida nos levou a mais uma prova, dessa vez em dose dupla.

1º de outubro de 2000, dia de eleição. O carro em que as crianças estavam com uma família de amigos nossos, foi surpreendido por um veículo atravessando a pista…o motorista do outro veículo estava embriagado. Com a colisão, instantaneamente, Larissa parte para o outro mundo e Ricardo é internado gravemente ferido. Após 24 dias internado na CTI e várias cirurgias, Ricardo, mesmo lutando bravamente pela vida, nos deixa também.

Assim, em outubro de 2000, Larissa com 12 anos e Ricardo com 14 anos, juntam-se ao irmão e em nossas vidas, ficara um vazio imenso, sem chão, sem direção…tínhamos perdido tudo o que de mais valioso possuíamos… nossos três filhos queridos.
Exatamente desta forma, sem rumo, com todos os sonhos e objetivos destruídos e os corações dilacerados, mudamo-nos novamente de cidade, deixando pra trás toda uma vida, muitos amigos e preciosas lembranças.
Voltamos à minha cidade natal, e contamos com a ajuda de familiares e amigos para reconstruir novamente a nossa vida.
Com a graça de Deus, sempre pudemos contar com a família e com grandes e queridos amigos que distantes ou não, transmitiam muito afeto, carinho e força em todos os momentos.

E assim, em meio a tristezas e dores, buscamos forças para continuar a vida, aceitando a missão que Deus nos confiou, acreditando que um futuro melhor nos aguardava.

Não tínhamos planos de sermos pais novamente e apesar da insistência de todos, esse desejo não existia.
Em 2004, quando já estávamos com os sentimentos mais estabilizados, acolhidos pelo amor da família e amigos, vimos brotar a vontade de constituir família novamente. É claro que para isso, dependeria em primeiro lugar, da vontade de Deus, depois da nossa, e por fim, da ajuda de grandes profissionais da área.

Para alegria e satisfação nossa e de inúmeros familiares e amigos, recebemos a notícia da gravidez com muita emoção e em abril de 2006 fomos abençoados com o nascimento de Alissa.

Toda essa alegria que sentimos hoje, devemos às orações e ao amor de familiares e amigos… …não foi somente o nosso sonho que se realizou, foi o sonho de todos esses familiares e amigos que tornou-se realidade.Alissa é hoje, razão do nosso viver, esperança, luz, felicidade… Sentimo-nos privilegiados e profundamente gratos pelas pessoas especiais que fizeram e fazem parte de nossa história.”

dezembro 10, 2008

Fotógrafo profissional, to be or not to be!

Normalmente durante os meus cursos falo sobre o que é ser um fotógrafo profissional. Na minha humilde opinião o fotógrafo profissional é sinônimo de alguém que vive da fotografia e ponto final. Muitos acham que o fotógrafo profissional é aquele que é bom mas eu discordo. Discordo pois há muito amador que investe em fotografia, viaja, compra livros, equipamentos, pratica (uma das coisas mais importantes) e não vive de fotografia ou vive parcialmente de fotografia, embora fotografe melhor que muito FOTÓGRAFO PROFISSIONAL (que vive da fotografia).

Um exemplo claro é a fotógrafa paulistana Érika Verginelli que é gerente de marketing e fotógrafa ao mesmo tempo, pelo que vi já em fase de profissionalização bem adiantada pois está trabalhando muito.

picture-21

Quem tiver dúvida do seu bom gosto e competência confira com os próprios olhos seu site e blog. Fico feliz quando vejo tanto talento com futuro no nosso país. Somos seleiro sim mas acho que muita gente deveria levar a profissão mais a sério. Imagine se a Érika se dedicasse full time a fotografia? Depois não adianta reclamar que outras pessoas estão invadindo nossa profissão. Muita gente está sim mas só vai ficar se fizerem bem feito! Vale a pena refletir.

Abraços a todos

novembro 10, 2008

Juju papai e mamãe

Um domingo de muito calor. Juju foi a piscina, fez bagunça no restaurante voltou para casa, não dormiu a tarde e as oito e meia da noite parecia que estava acabando de acordar  com um RED BULL na mão.

Ai…que saudades da Carla que sinto todo fim de semana. Bom, a Júlia é uma criança especial (papo de pai), saluda e manda beijos para todos no elevador, chama as pessoas pelo nome (com 1 ano e 7 meses), grita Dooooool quando algum time faz gol na TV, acha normal tatuagens (eu achava a coisa mais diferente do mundo quando era pequeno mas ela beija tatuagem) e hoje, para a alegria do pai, fez suas duas primeiras fotos, de verdade. Claro que eu ajudei né mas ela quem clicou, juro!

Primeiro ela começa o assédio, papaaaa……jujuuuuuuuuuu

_mg_5802

(que perna cabeluda, acho que merecia um photoshop não?)

Essa brincadeira eu adorava quando era criança. Relembrei os velhos tempos. Ela também gostou, não tem medo de nada! Só de chuveiro.

_mg_5824

Dá uma pausa de 30 segundos ao lado da mamãe… (detalhe na mão dela, uma tampinha de lente)

_mg_5814

Depois começa tudo de novo…

_mg_5840

Fez a sua primeira foto, do pai…. (Poxa Julia, fiquei com papada! Grande angular de perto distorce!)

_mg_5817

Com direito a auto-retrado! Ela já começou bem, com 5D e tudo mais. Lente clara!

Ela também saiu com papada, é o estilo fotográfico diria, o olhar e linguagem!

_mg_5820

Play…

_mg_5852

Pause….

_mg_5845

Falo com ela, Juju, busca uma a Iaiá lá na sala! Iaiá é uma boneca de pano que ela adora. Ela me volta com sua câmera de brinquedo, presente do primo, e começa a clicar! Isso é bom demais não?

_mg_5859

Faz pose também! Olha a quebradinha na cintura! Tô frito!

_mg_5854

Manda beijo para a sombra…

_mg_5911

Acaba nas garras da Ana que a leva para um bom banho, a força!

_mg_5893

outubro 30, 2008

Segura coração

Só quem já passou pela experiência de ter um filho sabe o quanto a ansiedade ataca…..

Adoro fotografar recém-nascidos. Ouvir o chorinho da Giovanna pela primeira vez foi uma das coisas mais gostosas desse mundo. Seja bem vinda!

outubro 24, 2008

Sou princesa….

princesa desconfiada

princesa faminta

princesa mimada

princesa e rainha

princesa com bobo da corte

princesa cosquenta

simplesmente princesa

princesa na moda

princesa amada

princesa mimada

princesa com olhos de bolas de gude

princesa cult

princesa cercada de cuidados

princesa com aposentos

princesa agitada

princesa no banho

princesa no trono

princesa no cárcere

Princesa dormiu! Durma com os anjos Chloé…

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.